Sexo Amador

O melhor do porno gratis hétero reunido num só site.

Sexo Amador | Veja os melhores vídeos de sexo amador

A qualidade do sexo amador

Algumas pessoas optam por assistir um sexo amador na hora da masturbação. Homem ou mulher, a dica é a seguinte. Venha aqui sempre que o tesão bater porque você não vai sair sem aquela gozada hora!

sexo amador

Se prepare para ver os melhores vídeos aí em cima. Eles foram postados de acordo com a variedade de pessoas que passam por aqui. Mas se forem muitos pra você escolher e você até se sentir um pouco perdido... Não tem problema. Sabe por quê? Porque você pode passar de vídeo em vídeo procurando, e não tem limite!!! Pode entrar e sair, voltar quando bem quiser. Estamos aqui de portas abertas para receber você e te mostrar o melhor da putaria caseira nesta página.

Não se importe se não encontrar logo de primeira. É só procurar pelo site, que são milhares de posts esperando por você. Não acredita? Basta digitar o que deseja na caixa de pesquisa logo no alto do site. Ou senão, você pode percorrer por todas as outras categorias e tags. Nestas páginas de tags e categorias, você vai encontrar atalhos para os assuntos mais variados. E ao clicar sobre o que você escolher, você entrará na página onde só tem aquilo.

Por exemplo: caso você esteja hoje afim de ver só peitudas, pode entrar na página de tags e escolher a tag "Peitudas", e aí será encaminhado para um mundo cheio de peitão! E se estiver afim de ver outros assuntos como boquete, strip tease, safadas, de calcinha e muito mais, também tem. Basta ir em tags e ver todos os assuntos que estão lá.

Viu só? Esse site foi feito com todo o carinho para você que busca um prazerzinho online.

Visita inesperada adivinha o que aconteceu

Tava em casa um desses de tarde, e a chuva lá fora. Tava tudo meio deserto nas ruas e recebi uma visita inesperada. Moro bem de frente pra rua. Ao atender a porta já dá de frente pra rua. Não esperava quem era ele ainda. Na verdade, eu meio que sabia mas não conhecia ainda. Havia visto ele tomando ônibus no ponto que fica quase em frente da minha casa. A janela da sala dá pra rua também, e poucas, mas ás vezes ela fica aberta. Uma vez ou outra dá vontade de dar uma olhada pra a rua.

E numa dessas vezes eu avistei esse rapaz. Ele é moreno, alto, não é muito atlético, mas é magro. Mas o que chamou mais a atenção foi seu jeito e seu sorriso safadinho. Ele tinha um olhar de quem não tem nada pra perder, sabe. Alguém que está aí pra o que der e vier. Quando ele viu eu abrir a cortina, olhou lá dentro. Parecia que uma curiosidade já de tempos havia acabado de se revelar bem diante de seus olhos. Isso me chamou atenção e por isso que ele ficou guardado na memória. Alguns dias depois eu ainda tinha aquele sorriso guardado na memória.

Voltando ao dia em que tudo aconteceu. Algumas batidas na porta. Alguém do outro lado tinha pressa ao mesmo tempo que também tentava não deixar isso transparecer. Mas em pouco tempo eu atendi. Fui correndo. Na verdade, parece que desde cedo eu já esperava por aquilo. Era meu dia de folga bem no meio da semana, mas não tinha nada pra resolver. Quando eu o vi eu fiquei sem reação. Queria perguntar o que ele precisava e se queria entrar. Queria saber o seu nome mas ao mesmo tempo eu sabia que o jeito certo de agir seria ficando apreensiva com a situação. Afinal, se tratava de um desconhecido.

"Oi, posso ajudar?" Tentei parecer autoconfiante e muito tranquila, como se aquilo já tivesse acontecido algumas vezes antes. Certo? Tudo errado! Tentei, mas não consegui. Eu acabei sentindo o meu rosto corar e me entreguei sem querer.

Ele percebeu? ou será que isso só se passava pela minha própria cabeça? Minha nossa, acho que toda essa falta de sexo tava realmente me deixando louca. Nunca pensei que três meses "sem" me deixariam nesse estado quase lamentável. Tudo isso se passou pela minha cabeça em questão de segundos. E lá estava ele bem na minha frente. Queria uma informação.

Eu não percebi mas já faziam alguns minutos que estavámos ali e eu nem chamei ele pra entrar. Seria essa sua real intenção desde o início? Seja como foi... Aqui vai o que você realmente quer ouvir. Sim, teve sexo amador aqui. Mas antes, um pouco mais de conversa. Um "deseja entrar?" e dessa simples frase entenda o que quiser. Ele aceita e eu tento continuar fingindo que nada está acontecendo. Mas meu talento pra atriz é dos mais fracos. Ele vai sentar bem do meu lado no sofá. A gente vai conversar sobre outros assuntos e ele toca minha mão. Só pra sentir o suor que está nela, ou só pra me deixar bem tímida e sem graça mesmo com tudo isso.

Conseguiu, mas ao mesmo tempo que eu me senti mais tímida, senti também que estava ficando molhada. Não era só o rosto que estava quente e vermelho. Mas a minha bucetinha começava a dar os primeiros sinais de quem quer transar. Foi aí que ele ficou mais confiante. Apesar de eu não estar raciocinando perfeitamente devido ao meu estado de excitamento, eu podia notar que ele estava realmente tentando avançar o sinal. O que fazer?

Na hora que ele tocou minha mão eu quis beijar e não controlei. Dei um beijo na boca dele, daqueles bem molhados. Foi um beijo quente mas nada de inesperado. E ainda assim, delicioso. Ele ficou surpreso, porque ele que queria ter tomado essa atitude. Ele talvez já viesse planejando o "ataque" há alguns dias. Mas eu não pude resistir e não conseguia mais controlar meus fortes impulsos sexuais.

Então, eu o segurei pela nuca e continuei beijando sem parar, fortemente, e foi tudo tão continuamente dando certo... Que parecia até que fazia muito tempo que a gente já se conhecia. E mais ainda que a gente tivesse uma relação íntima. Logo depois de beijar com todo o tesão, levei a mão dele até o meu seio. Ele tocou gentilmente e vi que estava trêmulo. Pensei, agora estamos quites.

Mas foi aí que pra minha alegria ele ficou mais safado. Deu um suspiro forte e quente bem perto do meu pescoço. Começou a beijá-lo e agora apertava meu seio com mais força. Fazia movimentos circulares no seio grande e redondo. Foi aos poucos desabotoando minha pólo. Depois eu mesma tirei e ainda tirei o sutiã. Ele partiu pra cima de mim mais feroz do que nunca. Beijou minha boca apertando os mamilos. Começou a esfregar a pica dura na minha mão. Agora sim, eu estava me sentindo com mais vontade.

Peguei nele por cima da calça e senti que estava duro demais. Quis chupar na hora. Ele percebeu a minha necessidade e tirou esta rola para fora da calça. Fez saltar dura e bem comprida. Segurei com a mão direita e com a outra eu tocava na bucetinha. Estava molhada demais a essa altura. Ele já podia perceber que de tímida eu passei rapidamente para uma putona. Comecei a chupar fazendo a cara de safada enquanto olhava pra ele.

Esse homem começou a gemer de tanto desejo. Pediu pra eu botar o pau entre os seios: "Bota a minha pica nesses peitão sua vadia!" Eu obedeci como se fosse a sua puta realmente. Fiz uma espanhola deliciosa, fazendo a pica chegar perto da minha boca e lambendo ela toda vez que vinha parar na minha língua. Foi intenso e ao mesmo tempo que ele comia meus peitos, ficava falando: nossa se eu soubesse que você era tão vadia tinha pedido pra entrar na sua casa faz tempo. Aperta esses peitos que eu quero foder eles todinho. E nisso ia fodendo mais e de vez em quando eu botava aquela pica todinha dentro da minha boca. Chegava até na garganta mas nem doeu porque eu tava com vontade demais pra pensar nisso.

Mas depois de dar umas lambidinhas ele queria gozar na minha cara. Parei porque essa pica tinha que conhecer minha bucetinha. Levantei e fiquei de costas pra ele segurando na parte das costas do sofá. Falei pra ele meter gostoso até fazer sua vadia gozar e escorrer tudo pelas minhas pernas. Ele obedeceu e o pau entrou fácil fácil. Tava molhadinha e ele se acabou de meter. Ficava segurando meus peitos e apertando forte. Eu só sabia gritar e gemer, pedindo mais, é claro.

Ele meteu tão forte que senti lá no fundinho. A pica ficando toda molhada do meu líquido. E ele falando como tava gostoso comer essa vadia bem putona que foi facinho de comer. Eu gemia demais enquanto levava tapas fortes nos peitos alternados com apertadas. O pau lá dentro estava me deixando louca. Eu gritava, queria gozar.

Nada mais era importante naquela hora. Pedi pra ele continuar: vai fode a bucetinha da sua putona e não para porque eu vou gozar!!! Hummmm, gemendo muito ele sentiu eu gozar bem na pica dele. Meu gozo escorreu pelas pernas, foi uma grande quantidade. Mas não tanto quanto o que ele gozou.

O pau molhadinho sentindo toda a pressão de uma foda acontecendo no meio de semana de trabalho era tudo o que precisava. De repente ele grita e despeja lá dentro muito gozo dentro de mim. Foi uma delícia sentir ele todo ereto e duro dentro de mim fazendo os melhores movimentos.

Um suspiro, e estávamos cansados. Mas ele não perdeu tempo em se limpar e botar a camisa de volta. Ajudei ele a se vestir e voltar para o ponto de ônibus para voltar a sua casa, sua família talvez, não sei mais nada desse safado, mas tenho certeza que quando quiser foder gostoso vai voltar a bater em minha porta.

Pode até ter sido uma loucura, mas foi a melhor da minha vida. Agora restam algumas marcas nos peitos de um sexo selvagem. Marcas vermelhas de um sexo amador que vai ficar marcado na minha cabeça e na dele. E tenho certeza que muitas ainda acontecerão.

Sem julgamentos

No amador estamos aqui apenas para curtir a criatividade de todos mas nunca julgar. E isso tem de monte por aqui! Em casa sozinha as idéias fluem gostoso quando a vontade é de abaixar as calças e se masturbar. Isso pode até ser feito em frente a uma webcam ou celular. Filmando tudo e capturando cada detalhe.

E isso também acontece quando estamos acompanhados. Um passo a mais mostrando toda a intimidade de um casal que gosta de conhecer as mais diversas sensações e trocar experiências.

Não se sabe se essa novinha tarada queria ser vista assim ou era um vídeo para ela mesma, mas caiu na net a gente pega sem piedade e posta no xvideos. Com a webcam ligada a gata começa a rebolar ao som de sua música de funk preferida. Ela abaixa e sobe, entra e sai e mostra que entende muito de sexo sem necessitar de nada mais que uma dança. O fio dental entrando na bunda é um convite para assistir à musa dançar e sonhar com seus movimentos rebolando na pica que devem ser perfeitos.

No amador uma coroa muito louca hoje está disposta a tudo. Não liga se há câmeras em sua direção e muito menos qual a melhor forma de trepar. Ela quer é fuder de todas as formas e deixar a sua buceta arrombada escorrendo de porra. Hoje a coroa quer algo diferenciado. De quatro ela experimenta o melhor dos dois mundos. Um dos pontos o seu dedinho trabalhando muito na sua parte indiscreta e indecente. O outro é o anal que tanto ama em completa ação. É dia de curtir a dupla penetração e ela não vai abrir mão até gozar muito.

O flagra pode ser em um quarto em casa. Com as luzes acesas fica mais fácil ainda. Eles começam a conversar na internet e logo mais terão um monte de gente disposta a assistir. A curiosidade só aumenta, agora eles querem também compartilhar experiências mas não só por palavras mas por vídeos.

Remover conteúdo

Você pode enviar um contato através da página que está lá embaixo caso deseje remover algum vídeo de sexo amador ou outro qualquer.

As amadoras gostosas

Ninguém sabe exatamente o porquê, mas as amadoras mais gostosas estão aqui, pode acreditar. Elas se exibem na frente de uma webcam ou simplesmente deixam o celular no melhor ângulo. E a partir deste tipo de aventurinha safada, saem apenas flagras de bucetas maravilhosas. Muita gente gosta de estar sendo visto enquanto se masturba. Isso realmente faz a cabeça de muita gente.

Volte todos os dias, e você também está convidado a navegar por todas as nossas outras categorias. Todas recheadas de vídeos cheios de qualidade. Isso é algo pelo que prezamos bastante e nunca abriremos mão. Salve na sua memória o nome de nosso site que é pornobom.com.br muito fácil né? Então venha sempre que será bem vindo!